O Instituto dos Arquitetos do Brasil –  Departamento da Bahia (IAB-BA) – e o Movimento Não ao BRT entregaram hoje, 04 de outubro, ao candidato Marcos Mendes (PSOL), dois documentos com propostas para um planejamento urbano mais solidário, que seja o vetor da Democracia no Brasil e contribua para tornar nossas cidades humanas, justas e sustentáveis. Ambos os documentos, tiveram suas propostas reconhecidas e foram assinados pelo candidato.

A Carta Aberta Nossas Cidades Pedem Socorro foi lançada pelo IAB-Brasil e CAU-Brasil e propõe a criação de uma política pública de planejamento urbano baseado em três pilares: Projeto nacional baseado na territorialização das políticas públicas; Governança urbana inovadora e Democratização da gestão dos territórios.

O segundo documento entregue foi redigido pelo Fórum A Cidade Também é Nossa, que reúne 38 entidades representativas, entre as quais o IAB-BA, e traz temas prioritários específicos para a Bahia, que deveriam ser assumidos pelos candidatos ao Governo do Estado.

A presidente do IAB-BA, Solange Araújo, destacou que, juntamente com a educação, o espaço público inclusivo e humanitário é fundamental para a consolidação da cidadania. “A valorização dos centros históricos de cidades como Salvador, com adoção de políticas de preservação do patrimônio, deve estar na pauta dos nossos gestores”, acredita ela.

O candidato Marcos Mendes se comprometeu a colocar os pontos dos documentos como parte de seu programa de governo. “Apoio totalmente a luta de entidades como o IAB-BA e o CAU-BA e me comprometo em realizar uma gestão participativa para construirmos juntos uma cidade melhor”.