Boletim Notícias



Teatro Castro Alves recebe exposição sobre Diógenes Rebouças

img1

Reconhecido como um dos arquitetos mais importantes da Bahia, Diógenes Rebouças será homenageado em exposição inédita no foyer do Teatro Castro Alves (TCA). Com abertura no dia 12 de agosto, a exposição “Diógenes Rebouças: cidade, arquitetura e patrimônio” retrata os principais marcos dos 60 anos de atuação profissional do baiano, falecido em 1994. A abertura acontece às 19h e a mostra segue até o dia 08 de setembro, com visitação gratuita, de terça a domingo, das 12h às 18h.

Cerca de uma centena de obras que fazem parte do cenário arquitetônico e urbanístico de Salvador e de outras cidades brasileiras, como Aracaju, Itabuna, Itaparica, Jequié, Maceió, Paulo Afonso e Vitória, são retratadas nos 39 painéis e 16 maquetes que compõem a exposição.

A curadoria do também arquiteto e professor da Faculdade de Arquitetura da UFBA, Nivaldo Andrade, buscou sintonizar o contexto histórico vivido no país com a produção e trajetória profissional de Diógenes. Para isso foi montada uma linha do tempo, formada por 9 painéis, com textos, fotografias e reprodução de desenhos originais.

“Diógenes mudou a paisagem de Salvador com obras como a Fonte Nova, o Hotel da Bahia, a Faculdade de Arquitetura e a Escola Politécnica da UFBA e as avenidas Contorno e Centenário. Somente a parceria com Anísio Teixeira na criação da Escola-Parque, no bairro da Caixa d’Água, já seria suficiente para colocar Diógenes Rebouças entre os mais importantes arquitetos da história do Brasil”, explica Nivaldo.

As maquetes são fruto das oficinas oferecidas desde abril do ano passado, como parte das atividades comemorativas ao centenário de nascimento de Rebouças, acontecido em 2014. As maquetes, que possuem como matéria prima papelão e gesso, foram executadas por 24 estudantes da Faculdade de Arquitetura da UFBA.

No dia 31 de agosto, às 19 horas, será realizada, na sala principal do TCA, uma mesa redonda com a participação do curador da exposição, da jornalista  Symona Gropper, autora da biografia de Diógenes, e do arquiteto e professor Heliodório Sampaio, ex aluno de Diógenes e seu colaborador em projetos como o da ampliação do Complexo Esportivo da Fonte Nova. Na ocasião, serão lançadas a biografia de Rebouças e a segunda edição do livro ”Formas Urbanas: Cidade-Real & Cidade-Ideal”, de Heliodório.

A exposição é realizada pelo Instituto de Arquitetos do Brasil, Departamento da Bahia, em parceria com a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da UFBA e conta com o patrocínio do Conselho de Arquitetura e Urbanismo da Bahia (CAU-BA), do Fundo de Cultura da Bahia, do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC) e da Odebrecht Realizações Imobiliárias. A exposição conta ainda com o apoio do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), Teatro Castro Alves, Fundação Mário Leal Ferreira, Fundação Gregório de Mattos, Perini, Uranus2 e Rede Bahia.

DIÓGENES REBOUÇAS – Arquiteto e urbanista, artista plástico e professor, Diógenes Rebouças nasceu em 1914 na cidade de Amargosa, no interior da Bahia. Concebeu projetos urbanísticos e arquitetônicos que mudaram a paisagem de Salvador e do interior do Estado, como uma série de edifícios escolares baseados na pedagogia de Anísio Teixeira. Foi diretor do Escritório do Plano de Urbanismo da Cidade de Salvador, membro do Conselho Estadual de Cultura e consultor do IPHAN, onde desenvolveu dezenas de estudos para monumentos baianos tombados.

CURADORIA – A exposição tem curadoria de Nivaldo Andrade, arquiteto e urbanista, professor da Faculdade de Arquitetura da UFBA e pesquisador da obra de Rebouças há 12 anos. Andrade foi premiado pela CAPES e ANPARQ por sua tese de doutorado que aborda a importância de Diógenes na consolidação da arquitetura moderna no Estado e coordenou, em 2014, as atividades comemorativas do centenário do arquiteto.

Serviço:

Exposição: “Diógenes Rebouças: cidade, arquitetura e patrimônio”

Período: 12/08/2015 a 08/09/2015 – Terça a domingo;

Horário: 12h às 18h

Local: Teatro Castro Alves (TCA)

Praça Dois de Julho, s/n – Campo Grande, Salvador – BA, 40080-121

Ingressos: Entrada franca

Classificação indicativa: Livre



Sede

Edifício dos Arquitetos
Ladeira da Praça nº 9, Centro

(71) 3335-1195
iab-ba@iab-ba.org.br

Escritório Executivo

Ed. Raphael Gordilho, Av. Lucaia 317, sala 203,
Rio Vermelho, CEP 41940-660 Salvador, BA


Institutos de Arquitetos do Brasil - Departamento da Bahia. © 2020. Todos os direitos reservados.