Notícias



Q+50 Salvador debateu os problemas dos centros urbanos

DSC8359-2Evento aconteceu dias 23 e 24/08, na Faculdade de Medicina da Bahia. O arquiteto Pablo Contrucci apresentou a experiência de reocupação do centro de Santiago.

O Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento da Bahia (IAB-BA) realizou, nos dias 23 e 24 de agosto, o sexto ciclo dos Seminários de Política Urbana Quitandinha+50. Com o tema “Esvaziamento dos Centros: a dinâmica urbana e a expansão incontrolável”, o Q+50 aconteceu no Auditório Alfredo Britto, na Faculdade de Medicina da Bahia, localizado no Centro Histórico de Salvador. O evento teve transmissão ao vivo através do portal do IAB-BA e os vídeos serão disponibilizados em breve.

A primeira mesa temática do evento, ainda na manhã do dia 23, tratou de “Políticas públicas, planejamento urbano e centralidades metropolitanas em Salvador” e proporcionou o debate sobre as ações que estão sendo realizadas pelos governos estadual e municipal. A mesa contou com as participações do Secretário de Planejamento do Estado da Bahia, José Sérgio Gabrielli, do Secretário de Urbanismo e Transporte do Município de Salvador, José Carlos Aleluia, e da Presidente da Comissão Especial de Desenvolvimento Urbano da Assembleia Legislativa da Bahia, a deputada estadual Maria Del Carmen. O presidente do IAB-BA, Nivaldo Andrade, foi o debatedor desta mesa.

Durante a tarde, o tema foi “Os desafios das áreas centrais das metrópoles brasileiras” com as apresentações dos casos dos município do Rio de Janeiro, São Paulo e Recife, através das contribuições dos arquitetos e urbanistas Sérgio Magalhães (Presidente Nacional do IAB), Regina Meyer (Professora Titular da FAU-USP) e Geraldo Marinho (Professor da UFPE). O arquiteto e professor Isaías Carvalho atuou como debatedor.

Encerrando o primeiro dia da programação, aconteceu a conferência magistral proferida pelo arquiteto Pablo Contrucci que apresentou sua experiência nos projetos de reocupação do centro de Santiago, no Chile. O professor coordenou diversos projetos com este objetivo, dentre os quais um Programa que implantou milhares de residências na área central da capital chilena.

No sábado, a programação foi iniciada com a discussão sobre “Olhares sobre a dinâmica urbana de Salvador e suas centralidades” com os arquitetos e urbanistas Isaías Carvalho, Alberto “Chango” Cordiviola e Francisco Ulisses Santos Rocha, também professores da UFBA, e do economista Ronald Lobato. Luiz Antônio de Souza, ex-presidente do IAB-BA atuou como debatedor dessa mesa. Durante a tarde, o grupo de trabalho se reuniu para elaboração do documento do Q+50 Salvador, cuja versão preliminar, com diretrizes gerais, foi aprovada em plenária.

O Q+50, promovido pelo Instituto de Arquitetos do Brasil, é formado por eventos temáticos para cada estado, tendo realizado os seguintes seminários em 2013: “Arquitetura, Cidade, Metrópole: Democratizar cidades sustentáveis”, no Rio de Janeiro; “A Moradia Brasileira”, no Rio Grande (RS); “Gestão das Cidades”, em São Paulo (SP); “Espaço Público: cultura, patrimônio e cidadania”, em Brasília (DF) e “Mobilidade Urbana”, em Belo Horizonte (MG). Promovido pelo IAB (Instituto de Arquitetos do Brasil) e IAB-BA (Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento da Bahia), com o apoio do CAU-BA (Conselho de Arquitetura e Urbanismo da Bahia), o Quitandinha +50, etapa Bahia, aconteceu dias 23 e 24 de agosto, no Anfiteatro Alfredo Thomé de Britto, da Faculdade de Medicina da Bahia, no Terreiro de Jesus, Centro Histórico. A última etapa foi nos dias 30 e 31/08, em Manaus. O IAB anunciou ainda a realização de uma edição de encerramento dos ciclos, no Rio de Janeiro, com um documento geral do Quitandinha+50, com o resumo de todos os encontros regionais.



Sede

Edifício dos Arquitetos
Ladeira da Praça nº 9, Centro

(71) 3335-1195
iab-ba@iab-ba.org.br

Escritório Executivo

Ed. Raphael Gordilho, Av. Lucaia 317, sala 203,
Rio Vermelho, CEP 41940-660 Salvador, BA


Institutos de Arquitetos do Brasil - Departamento da Bahia. © 2020. Todos os direitos reservados.