Notícias



PREMIAÇÃO IAB-BA 2013 DESTACA TRABALHOS NA ÁREA DE ARQUITETURA E URBANISMO

Na noite do último dia 17 de dezembro, o Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento da Bahia (IAB-BA) promoveu, na sua sede no Centro Histórico de Salvador, a cerimônia de divulgação dos resultados e abertura da exposição da Premiação de Arquitetura e Urbanismo IAB-BA 2013.

Em sua retomada após 11 anos de interrupção a Premiação IAB-BA recebeu 24 trabalhos em seis categorias: “Arquitetura de Edificações”, “Arquitetura de Interiores e Design”, “Urbanismo e Paisagismo”, “Restauração e Requalificação do Patrimônio Edificado”, “Projeto Salvador” e “Publicações”.

A categoria “Arquitetura de Edificações” foi a que teve mais trabalhos inscritos e a Comissão Julgadora, formada pelos arquitetos Inés Moisset (Córdoba – Argentina), José María Saez (Quito – Equador) e Naia Alban (Salvador) decidiu conceder o Primeiro Prêmio ex-aequo ao Edifício Tecnocentro, de autoria do arquiteto Adriano Mascarenhas, e ao Memorial do Holocausto, de autoria do arquiteto Sérgio Ekerman.

O arquiteto Adriano Mascarenhas também recebeu o Primeiro Prêmio na categoria “Arquitetura de Interiores e Design” pelo projeto do Restaurante Ferraz. A Comissão Julgadora desta categoria foi formada pelos arquitetos Jô Vasconcellos (Belo Horizonte), Carlos Augusto Lira (Recife) e Neilton Dorea (Salvador).

A categoria “Projeto Salvador”, criada para destacar projetos que proponham soluções criativas, corajosas e exequíveis para problemas urbanos de Salvador ou que apresentem propostas que qualifiquem significativamente áreas e espaços urbanos degradados de Salvador, foi a única a contar com uma Comissão Julgadora totalmente local, face à especificidade do tema. Os arquitetos Itamar Batista (IAB-BA), Graça Torreão (Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia) e Tania Scofield (Fundação Mario Leal Ferreira / Prefeitura Municipal de Salvador) concederam o Primeiro Prêmio ao projeto não executado do Promenade Atlântico, também de autoria de Adriano Mascarenhas.

A categoria “Publicações” contou com uma Comissão Julgadora formada pelos arquitetos e professores Carlos Eduardo Comas (Porto Alegre), Sonia Marques (Recife/João Pessoa) e Paulo Ormindo de Azevedo (Salvador) e concedeu o Primeiro Prêmio ao website “Documentação Arquitetônica do Sítio Histórico de Rio de Contas” (www.acervoriodecontas.ufba.br) pela “sua contribuição à divulgação do nosso patrimônio e incentivo à participação da população local e nacional no processo de preservação deste patrimônio”.

As Comissões Julgadoras da categoria “Urbanismo e Paisagismo”, formada por Heliodorio Sampaio (Salvador), Luiz Amorim (Recife) e Pedro da Luz Moreira (Rio de Janeiro), e a da categoria “Restauração e Requalificação do Patrimônio Edificado”, formada por Flávio Carsalade (Belo Horizonte), Márcia Sant’Anna (Salvador) e Roberto Ghione (Recife), decidiram não conceder prêmios nas respectivas categorias.

Além das categorias acima, no evento do dia 17 de dezembro foi divulgado o resultado do Prêmio Diógenes Rebouças 2013, criado pelo IAB-BA para homenagear um arquiteto e urbanista cuja atuação, na área de projetos e construção, na gestão pública e/ou na formação profissional, tenha contribuído significativamente para o desenvolvimento da arquitetura e do urbanismo na Bahia. O Prêmio Diógenes Rebouças presta homenagem também a Diógenes de Almeida Rebouças, autor de alguns dos mais importantes projetos urbanísticos e arquitetônicos da Bahia no século XX, como a Escola-Parque do Centro Educacional Carneiro Ribeiro, na Caixa d’Água; o Hotel da Bahia (em coautoria com Paulo Antunes Ribeiro), no Campo Grande; o demolido Complexo Olímpico da Fonte Nova, no Dique do Tororó; a Faculdade de Arquitetura e a Escola Politécnica da UFBA, na Federação; e as Avenidas Centenário e do Contorno. Além da vasta atuação projetual e como professor da Faculdade de Arquitetura da UFBA, Diógenes Rebouças, cujo centenário será comemorado em 2014, foi o fundador e primeiro presidente do IAB-BA.

O Conselho Diretor do IAB-BA decidiu conceder o Prêmio Diógenes Rebouças 2013 ao arquiteto e urbanista Paulo Ormindo de Azevedo, seja pela qualidade indiscutível de seus projetos arquitetônicos, como a Restauração do Mercado Modelo e o Centro Cultural Dannemann em São Félix, seja pelo Inventário de Proteção do Acervo Cultural da Bahia (IPAC-BA), pioneira e referencia experiência de inventário do patrimônio cultural, por ele coordenado por mais de 30 anos, seja ainda por sua atuação acadêmica na Universidade Federal da Bahia, da qual é Professor Titular e, mais recentemente, pela atuação institucional no IAB-BA, do qual foi Presidente por dois mandatos, e no Conselho de Arquitetura e Urbanismo, do qual é Conselheiro Federal, representando os arquitetos baianos. De grande relevância é ainda a contribuição que o arquiteto Paulo Ormindo de Azevedo tem dado, nos últimos anos, à difusão e à discussão de temas relacionados à arquitetura e à cidade, através de sua coluna quinzenal no jornal de maior circulação do Estado da Bahia.

A exposição com todos os trabalhos inscritos nas seis categorias da Premiação IAB-BA 2013 está aberta à visitação até o dia 16 de fevereiro, de segunda a sábado, das 9h às 17h. A Premiação IAB-BA 2013 contou com o patrocínio da OAS Empreendimentos e da Odebrecht Infraestrutura e com o apoio do Conselho de Arquitetura e Urbanismo da Bahia (CAU-BA) e da Rede Bahia.

Premiados:

RESTAURANTE FERRAZ

MEMORIAL DO HOLOCAUSTO

PROMENADE ATLÂNTICO

EDIFÍCIO TECNOCENTRO

ACERVO RIO DE CONTAS



Sede

Edifício dos Arquitetos
Ladeira da Praça nº 9, Centro

(71) 3335-1195
iab-ba@iab-ba.org.br

Escritório Executivo

Ed. Raphael Gordilho, Av. Lucaia 317, sala 203,
Rio Vermelho, CEP 41940-660 Salvador, BA


Institutos de Arquitetos do Brasil - Departamento da Bahia. © 2020. Todos os direitos reservados.