Notícias



Palácio Rio Branco é Memorial, é Museu, é Espaço Cultural

O Instituto de Arquitetos do Brasil, Departamento da Bahia (IAB-BA), convida os profissionais da área de patrimônio, artistas e a sociedade soteropolitana para um abraço ao Palácio Rio Branco, no próximo dia 18 de maio, sábado, as 10h. A ação é em defesa do edifício histórico, atualmente ameaçado em se tornar espaço de uso para um empreendimento privado.

O Palácio abriga importante acervo histórico e artístico, bem como o Memorial dos Governadores, sendo propriedade do Estado da Bahia. Representa o centro de comando, residência e despacho oficial dos primeiros governadores do Brasil e vice-reis, desde 1549, foi sede da República Baiana em 1837 durante a Sabinada. Somente em 1912, após o bombardeio do edifício, a residência oficial do governo do Estado foi mudada para o Palácio da Aclamação, mas o centro de decisão do Estado aí permaneceu até a década 70, quando a sede do Governo foi transferida para o recém-construído Centro Administrativo da Bahia (CAB).

O Palácio Rio Branco faz parte do núcleo fundacional da cidade de Salvador, com a criação da Praça Cívica da Bahia e do Brasil Colônia, do Império e da Republica, tendo resistido como edifício público por mais de quatrocentos anos. Não pode e não deve ser transformado em empreendimento privado sem finalidade cultural.

 



Sede

Edifício dos Arquitetos
Ladeira da Praça nº 9, Centro

(71) 3335-1195
iab-ba@iab-ba.org.br

Escritório Executivo

Ed. Raphael Gordilho, Av. Lucaia 317, sala 203,
Rio Vermelho, CEP 41940-660 Salvador, BA


Institutos de Arquitetos do Brasil - Departamento da Bahia. © 2019. Todos os direitos reservados.