Boletim



O IAB, os Arquitetos e a Sociedade

solangeO Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) foi criado com o objetivo de prestigiar a profissão do arquiteto e urbanista no Brasil. É uma entidade profissional organizada em rede, através de departamentos estaduais, tendo uma direção nacional (DN-IAB) e, a sua instância máxima de deliberações através do Conselho Superior do IAB (COSU- IAB). Foi criado em 1929, no Rio de Janeiro, e o Departamento da Bahia (IAB-BA), em 1954, em Salvador. A meta principal do IAB é apresentar para a sociedade a importância do projeto de arquitetura e urbanismo na construção de cidades de qualidade e criar o debate sobre a cultura arquitetônica e urbanística.

Na atualidade, tem papel fundamental de estabelecer a discussão sobre os desafios contemporâneos que se apresentam nas questões da preservação da cultura e das políticas urbanas, dentre elas, o patrimônio histórico cultural, habitação, infraestrutura, mobilidade. Além do exercício e formação profissional, dentre outros. Assim, o IAB-BA tem pautado o seu trabalho mais especificamente na discussão sobre políticas urbanas com participação efetiva nas oficinas e audiências públicas sobre a legislação urbanística de Salvador. Tendo inclusive organizado o Colóquio “O PDDU e a Legislação Urbanística: Para Que e Para Quem?”, em julho de 2015, assim como na discussão sobre a LOUOS de Salvador.

Também têm destaque as suas ações sobre política de preservação do patrimônio histórico cultural de Salvador, quando em 2015, o IAB-BA em conjunto com o CAU-BA apresenta denúncia à UNESCO sobre o estado de abandono do seu Centro Histórico. “Salvador adquiriu destaque nacional e internacional, ao longo da sua história, por força do patrimônio aqui consolidado – extenso conjunto arquitetônico, urbanístico e paisagístico, que em essência traduz a própria cidade, a sua área central, fundacional e tradicional – maior e mais importante conjunto colonial da América Latina. Conjunto urbanístico este não se pode referir apenas ao casario ou a sua restrita relação com os espaços públicos: ruas, becos, ladeiras, praças, largos e/ou outros espaços, mas a algo que extrapola em muito o conceito de lugar e ganha a dimensão da paisagem urbana. Paisagem percebida e construída em memória coletiva, que se faz a partir de diversos ângulos, considerando a topografia da cidade; a paisagem criada da cidade para a baía e da baía para a cidade; dentre outras relações”.

Vale destacar ainda a Ação Civil Pública movida pelo IAB-BA contra a construção do empreendimento residencial La Vue, na Ladeira da Barra, em área de entorno de bem tombado pelo IPHAN-BA, o Outeiro e a Igreja de Santo Antônio da Barra, além dos fortes e do Cemitério dos Ingleses. Ação esta que resulta na anulação da autorização de construção dada pelo IPHAN-BA e determina limite de gabarito de altura para a edificação e, para áreas de entorno, caso ainda exista interesse em construir o edifício.

Muitos outros debates são organizados pelo IAB-BA, como o Simpósio sobre Minha Casa Minha Vida (HIS), discussão sobre o Projeto de Urbanização da Barra, a Exposição dos Projetos de João Filgueiras Lima (Lelé), Seminários sobre o Centenário do Arquiteto Diógenes Rebouças e Exposições, o Colóquio “Patrimônio: Para Quem e Para Que”, Plano Municipal de Gerenciamento Costeiro de Salvador e Urbanização da Orla de Stella Mares – Praia do Flamengo, Fórum de Preservação e Desenvolvimento Urbano, a Premiação de Arquitetura, dentre muitas outras atividades. Em processo, o IAB-BA organiza o maior evento sobre patrimônio edificado no Brasil, o ArquiMemória 5 – Encontro Internacional sobre Preservação do Patrimônio Edificado, programado para acontecer entre os dias 26 e 30 de novembro de 2017.

Por fim cabe aqui destacar a luta do IAB pela contratação de projetos completos e pelo Concurso Público de Projeto, entendendo-o como instrumento de contrato mais democrático e que garante projetos mais criativos e ajustados à realidade local, com menores custos e certamente com menor tempo de execução.

Assim, o IAB é uma entidade de grande importância para os profissionais e para os estudantes da arquitetura e urbanismo, assim como para a sociedade, pois traz nos seus Estatutos o princípio de defesa da cidade, do patrimônio cultural local e nacional e do meio ambiente.

Associe-se ao IAB

Solange Souza Araújo

Presidente do IAB-BA (24/01/2014- 20/12/2016 – 20/12/2016-19/12/2019)



Sede

Edifício dos Arquitetos
Ladeira da Praça nº 9, Centro

(71) 3335-1195
iab-ba@iab-ba.org.br

Escritório Executivo

Ed. Raphael Gordilho, Av. Lucaia 317, sala 203,
Rio Vermelho, CEP 41940-660 Salvador, BA


Institutos de Arquitetos do Brasil - Departamento da Bahia. © 2020. Todos os direitos reservados.