Notícias



O IAB-BA dá posse a sua nova Diretoria

Na cerimônia de posse da nova diretoria do IAB-BA, para o Triênio 2017-2019, a presidente Solange Araújo, que permanece à frente do Instituto no novo mandato, agradeceu a todo o grupo que acompanhou o IAB-BA nos últimos três anos e o trabalho das funcionárias Ana Mércia, Rita e Andréa e, deu as boas-vindas ao novo grupo que tomou posse. “Quero dar as boas-vindas e agradecer as pessoas que nos acompanharam, agradecer aos  parceiros Conselho de Arquitetura e Urbanismo – CAU,  a Faculdade de Arquitetura – FAUFBA e o Sindicato dos Arquitetos – SINAQ, pelas inúmeras ações realizadas em conjunto. “Lutamos e vibramos, com vitorias e mas enfrentamos muitas dificuldades”, declara.

O Instituto, que é a mais antiga das entidades profissionais da área da arquitetura, nascido em 1919, tem como finalidade a  representação dos arquitetos junto aos poderes públicos, órgãos paraestatais e entidades culturais e técnicas, colaborando para o desenvolvimento técnico-científico e sócio-cultural do Brasil e a contribuição na defesa do patrimônio cultural nacional e do meio ambiente. “Ação que se desenvolve por doação de tempo dos seus diretores e associados mais envolvidos, para atuar nas diversas instâncias da área profissional, agregar novos sócios, promover eventos e colaborar com a criação de novas ideias e ações. Lutamos pela valorização do profissional de arquitetura e urbanismo, uma luta nacional, principalmente na área de contratos de projetos e obras. Insistimos no combate à realização de licitação de obras sem projeto, no chamado Regime Integrados de Contratação – RDC. Defendemos o concurso publico como o processo de licitação mais democrático, que dá oportunidades a todos os arquitetos, cujo critério de seleção é a qualidade do projeto”, afirma Solange Araújo.

Para o próximo mandato, dentre outros desafios, está a busca por novos associados, a interiorização do IAB-BA e a recuperação da sede. “Queremos agregar Núcleos no Estado da Bahia como uma forma de  articular profissionais da arquitetura e urbanismo das mais diversas realidades do Estado, fortalecer a categoria trazendo discussões sobre o exercício profissional”, comenta.

A discussão de política urbana continua como uma pauta importante para o IAB-BA. “Acompanhamos e nos posicionamos nas discussões sobre o PDDU e a LOUOS. A questão do patrimônio histórico e  urbanístico de Salvador é outra pauta importante e sem resposta dos órgãos de gestão pública e da Unesco, quanto a denuncia feita em 2015 pelas entidades IAB-BA e CAU-BA, que  solicitaram monitoramento para o Centro Histórico de Salvador, que se encontra degradado e em estado de arruinamento. A gestão que se encerra 2016 registra uma vitória significativa neste sentido, quando consegue o embargo  da construção do Empreendimento La Vue. “Trabalhamos duro, um ano e dois meses e conseguimos pronunciamento favorável à nossa reivindicação pelo IPHAN nacional e pelos Ministérios Públicos Federal e Estadual.  Temos tido algumas ações vitoriosas, sim! Mas o importante é a coesão na missão de defender a cidade e o seu território enquanto patrimônio para o exercício da cidadania, a legislação urbanística, o exercício profissional e a democratização dos contratos. A partir do trabalho conjunto vamos conseguir trabalhar melhor”, conclui Solange.



Sede

Edifício dos Arquitetos
Ladeira da Praça nº 9, Centro

(71) 3335-1195
iab-ba@iab-ba.org.br

Escritório Executivo

Ed. Raphael Gordilho, Av. Lucaia 317, sala 203,
Rio Vermelho, CEP 41940-660 Salvador, BA


Institutos de Arquitetos do Brasil - Departamento da Bahia. © 2020. Todos os direitos reservados.