Notícias



Centenário de Diógenes Rebouças: Mesa redonda "Diógenes Rebouças, o defensor do patrimônio"

1948090_809273115796353_45523875123742720_n

Na próxima terça-feira, dia 25 de novembro, a partir das 16h, será realizada a sexta mesa redonda do ciclo comemorativo do centenário de nascimentode Diógenes Rebouças. Com o título “Diógenes Rebouças, o defensor do patrimônio”, a mesa será coordenada pelo Superintendente do IPHAN na Bahia, Dr. Carlos A. Amorim, e terá como expositores Eugênio de Ávila Lins (Professor da Faculdade de Arquitetura da UFBA e ex Superintendente do IPHAN na Bahia), Maria Hermínia Olivera (Professora da Escola de Belas Artes da UFBA) e Nivaldo Andrade (Professor da Faculdade de Arquitetura da UFBA e ex Presidente do IAB-BA).

Diógenes Rebouças teve uma intensa atuação na preservação do patrimônio baiano a partir do período compreendido entre o final dos anos 1940 e o início dos anos 1950, quando foi colaborador do então Departamento do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (DPHAN), atual IPHAN. Entre 1982 e 1990, Rebouças voltou a colaborar com o IPHAN, desta vez como consultor-técnico, tendo sido o responsável pela realização de diversos projetos de restauração neste período, com destaque para o Solar Berquó, uma das mais antigas construções civis de Salvador, que havia sido adquirido pelo IPHAN para abrigar a sua sede na Bahia.

Diógenes Rebouças foi também membro do Conselho Estadual de Cultura entre 1968 e 1979, tendo sido o relator dos processos de tombamento de diversos monumentos e sítios históricos, e membro do Conselho da Fundação do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (FPAC), atual IPAC, entre 1968 e 1971.

Além dessas vinculações institucionais, Rebouças elaborou, especialmente nos seus últimos anos de vida, projetos de restauração e requalificação de importantes conjuntos arquitetônicos tombados de Salvador. Merecem destaque a restauração do Paço do Saldanha, então sede do Liceu de Artes e Ofícios da Bahia, desenvolvida em parceria com Lourenço do Prado Valladares, e a revitalização do Mosteiro de São Bento. Estes dois projetos foram concluídos após o falecimento do arquiteto, e 1994.

A mesa redonda “Diógenes Rebouças, o defensor do patrimônio” acontecerá no auditório da Superintendência do IPHAN na Bahia, na Casa dos Sete Candeeiros, localizada na Rua São Francisco, n. 32, esquina com a Ladeira da Praça, ao lado da sede histórica do IAB-BA (Edifício dos Arquitetos), no Centro Histórico de Salvador.

O evento é gratuito e aberto ao público em geral.



Sede

Edifício dos Arquitetos
Ladeira da Praça nº 9, Centro

(71) 3335-1195
iab-ba@iab-ba.org.br

Escritório Executivo

Ed. Raphael Gordilho, Av. Lucaia 317, sala 203,
Rio Vermelho, CEP 41940-660 Salvador, BA


Institutos de Arquitetos do Brasil - Departamento da Bahia. © 2020. Todos os direitos reservados.